Bem Vindo às Cousas

Puri, se tchigou às COUSAS, beio pur'um magosto ou um bilhó, pur'um azedo ou um butelo, ou pur um cibinho d'izco d'adobo. Se calha, tamém ai irbanços, tchítcharos, repolgas, um carólo e ua pinga. As COUSAS num le dão c'o colheroto nim c'ua cajata nim cu'as estanazes. Num alomba ua lostra nim um biqueiro nas gâmbias. Sêmos um tantinho 'stoubados, às bezes 'spritados, tchotchos e lapouços. S'aqui bem num fica sim us arraiolos ou u meringalho. Nim apanha almorródias nim galiqueira. « - Andadi, Amigo! Trai ua nabalha, assenta-te nu motcho e incerta ó pão. Falemus e bubemus um copo até canearmos e nus pintcharmus pró lado! Nas COUSAS num se fica cum larota, nim sede nim couractcho d'ideias» SEJA BEM-VINDO AO MUNDO DAS COUSAS. COUSAS MACEDENSES E TRANSMONTANAS, RECORDAÇÕES, UM PEDAÇO DE UM REINO MARAVILHOSO E UMA AMÁLGAMA DE IDEIAS. CONTAMOS COM AS SUAS : cousasdemacedo@gmail.com



segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Esperas brancas

Há dias assim… Em que nos deixamos submergir nos meandros do expectável. Esperamos, aguardamos, desesperamos. Todas as previsões meteorológicas apontam para precipitação em forma de neve. E o dia reserva a visão do astro no seu brilho de Inverno… O cair da noite deixa antever a frustração. Vislumbram-se algumas estrelas por entre as tímidas nuvens que se vão adivinhando através da poluição luminosa… Neve, nem vê-la, a não ser através de remotas recordações. Mas pressente-se. Pelo familiar vento e pelo cheiro. Porque a antecipação da neve cheira. Simplesmente… E depois, quando a desistência de vir ao exterior tinha vencido a batalha, eis que surge a algazarra! Não pelo resultado do “clássico”, mas pela forma como a clássica iluminação laranja começou a apresentar tons de flocos fustigados pelo vento. Neve! A tão ansiada neve! A irreprimível sensação de voltar a ser “puto”…

3 comentários:

deep disse...

Compreendo e partilho de toda essa ansiedade. Por muito que veja nevar, não deixo de me surpreender e de experimentar essa alegria infantil sempre esses mágicos flocos pintam de branco tudo em que tocam.

Que os dias por Trás-os-Montes lhe sejam favoráveis! :)

Sequeira disse...

Foi uma enorme alegria, ontem, olhar pela janela e ver finalmente a neve que tanto desejei, a cair! Infelizmente de manhã já tinha praticamente desaparecido.

Cumprimentos

Cavaleiro Andante disse...

Deep, cumplicidades... Obrigado por mais um sorriso

Sequeira, seja bem vindo às Cousas e obrigado pelo seu comentário