Bem Vindo às Cousas

Puri, se tchigou às COUSAS, beio pur'um magosto ou um bilhó, pur'um azedo ou um butelo, ou pur um cibinho d'izco d'adobo. Se calha, tamém ai irbanços, tchítcharos, repolgas, um carólo e ua pinga. As COUSAS num le dão c'o colheroto nim c'ua cajata nim cu'as estanazes. Num alomba ua lostra nim um biqueiro nas gâmbias. Sêmos um tantinho 'stoubados, às bezes 'spritados, tchotchos e lapouços. S'aqui bem num fica sim us arraiolos ou u meringalho. Nim apanha almorródias nim galiqueira. « - Andadi, Amigo! Trai ua nabalha, assenta-te nu motcho e incerta ó pão. Falemus e bubemus um copo até canearmos e nus pintcharmus pró lado! Nas COUSAS num se fica cum larota, nim sede nim couractcho d'ideias» SEJA BEM-VINDO AO MUNDO DAS COUSAS. COUSAS MACEDENSES E TRANSMONTANAS, RECORDAÇÕES, UM PEDAÇO DE UM REINO MARAVILHOSO E UMA AMÁLGAMA DE IDEIAS. CONTAMOS COM AS SUAS : cousasdemacedo@gmail.com



sexta-feira, 27 de março de 2009

Brigadinho, Sô Pinto de Sousa!

Ou, dito de outra forma mais formal: "Muito obrigado, Excelentíssimo Senhor Primeiro-Ministro!"... O Magalhães é bom companheiro, o Magalhães é bom companheiro... Sei que pareço um tchotchinho, é verdade! Mas, se não fosse o Magalhães, estava desligado do mundo!!! Explicando... "No me creo en brujas, pero que las hay, las hay!" O meu portátil, companheiro de tantas lutas, foi vítima acidental de uma queda e ficou mudo e surdo. Passei para o desktop e, qual ataque cardíaco, acabou-se-lhe o pio sem me ter dado a mínima hipótese de lhe administrar 2 aspirinas antes de ligar para o 112 informático. Conclusão? Resta-me uma amostra de computador, perante o qual as extensões dos meus membros superiores se assemelham aos dedos do presumível Ieti. E tenho que assumir o papel de Lobo Mau na história do Capuchinho Vermelho porque os meus olhos parecem mesmo "munta" grandes a olhar para um écran em tamanho Lilliput. Ganhei algo: estou a passar pela experiência de me sentir na pele de um Gulliver! Mas funciona!!! Mesmo que me sinta um ignóbil em novas tecnologias, tal a quantidade de vezes que já pressionei a tecla "Back Space"... Caso contrário, esta última frase teria saído com algo semelhante a: "cAxo vontr'ario, eata grase teria sAídp co, açgo semeçhantr ." Quem mandou aos meus dedos crescerem depois de ter saído da Escola do Toural?

Sem comentários: