Bem Vindo às Cousas

Puri, se tchigou às COUSAS, beio pur'um magosto ou um bilhó, pur'um azedo ou um butelo, ou pur um cibinho d'izco d'adobo. Se calha, tamém ai irbanços, tchítcharos, repolgas, um carólo e ua pinga. As COUSAS num le dão c'o colheroto nim c'ua cajata nim cu'as estanazes. Num alomba ua lostra nim um biqueiro nas gâmbias. Sêmos um tantinho 'stoubados, às bezes 'spritados, tchotchos e lapouços. S'aqui bem num fica sim us arraiolos ou u meringalho. Nim apanha almorródias nim galiqueira. « - Andadi, Amigo! Trai ua nabalha, assenta-te nu motcho e incerta ó pão. Falemus e bubemus um copo até canearmos e nus pintcharmus pró lado! Nas COUSAS num se fica cum larota, nim sede nim couractcho d'ideias» SEJA BEM-VINDO AO MUNDO DAS COUSAS. COUSAS MACEDENSES E TRANSMONTANAS, RECORDAÇÕES, UM PEDAÇO DE UM REINO MARAVILHOSO E UMA AMÁLGAMA DE IDEIAS. CONTAMOS COM AS SUAS : cousasdemacedo@gmail.com



quarta-feira, 10 de junho de 2009

Eleições Europeias - Curiosidades Masaedenses II

Não houve, propriamente, novidade nos resultados das votações no concelho: em 37 das 38 freguesias houve "laranjada". Mas a excepção não foi, contrariamente ao que possa pensar-se, marcada por uma vitória "rosada". A digna freguesia de Corujas (onde, aliás, possuo uma parte da minha ascendência) resolveu presentear "Pablo Puertas y sus muchachos" com números nada habituais para as bandas dos "centristas": 41,77% é valor que deveria merecer a marcação do próximo comício nacional para esta terra que dista cerca de 10km da sede concelhia. Mesmo que na eventual reunião, para lá dos dirigentes e seu séquito, apenas estivessem presentes os 33 votantes... Dado o mediatismo que a coisa assumiria, acredito que teriam presença assegurada os restantes 46 votantes, acrescidos, talvez, dos 175 abstencionistas (mesmo que, segundo os Censos 2001, só devessem ser 134 - há 41 recenseados que "fugiram" da freguesia)... E não me parece que haja indicadores que anunciem a renovação. Reportando-me a números do ano lectivo 2003/2004, e acreditando nos Censos, a população estudantil não representava mais de 16% do total de habitantes da freguesia. Se lhe acrescentarmos a perda de 12,3% da população (30 hab) entre 1991 e 2001, a tendência não é animadora... Coisas da interioridade e da ruralidade... Infelizmente, imagem de marca em praticamente todas as restantes freguesias do concelho... Corujas serviu aqui apenas de exemplo pela excepção que representou à "onda laranja" neste acto eleitoral... http://corujas.jfreguesia.com/

Sem comentários: